quinta-feira, 22 de setembro de 2011

   Portas. Incrível como as portas diferenciam as pessoas: o érre poroso, o ar do oh, as cinco letras da porta e justamente cinco, a eficiência, o abrir, o fechar; nominações, desvios de discurso, uns substantivos cá emperrados: súplicas. as portas são como seguranças sem a felicidade da troca de turnos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores