segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

O que tu olhas
– envidraçado
quebrado pelo teu sorriso
Mergulha
.
.
em mundos
que eu nem pertenço.


Vômito interno
sentindo as veias,
tocando a falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores