domingo, 17 de abril de 2011

Visto, logo existo

Então o que se cria? Nada. 


Esses jovens de hoje – cool, différents – serão tão-somente o que tanto desprezavam nos seus pais, apenas mais uma classe mimada, estúpida, egotista. Mente provinciana que  estuda pensando em ser o foco da futura elitestupida da própria cidade.
Estúpida vazia, cheia de novas teorias sobre o nosso presente, mas incapaz de enxergá-lo além do próprio apartamento, eles que discursam sobre a exploração chinesa, quem sabe – não, eles não pensam nisso – ah, o passado plastificado por uma mídia  que nos incita ao suicídio. Talvez o discurso seja mais inteligente? Não acredito... apenas  alguns gadgets.
 Não pensam que há uma autodestruição no sistema, eles patéticos, (pseudo) intelectuais, explodem centros financeiros numa aula de Sociologia para que, na manhã seguinte, voltem a adorar os próprios cartões de crédito e pensar nos futuros escritórios mercenários que construirão com seus amiguinhos idiotas. A procura resume-se a um estilo – um minuto, deixa-me rir – um estilo que também veio, enfim, de outra linha de produção.
Vocês que se esforçam tanto, justamente vocêávidos por cultura, vocês que pensam, aliás, que cultura se limita a livros complexos, música erudita. Conheçam o Nordeste, que tal, ele que é tão rico e abandonado, vá pro interior de Minas, que tal, veja o estacionamento de jegues e mulas em Jequitinhonha. O mundo fantástico não está tão longe, as revoluções avant déjeuner não significam nada. 

2 comentários:

  1. ai que falta vc faz, soh de ler isso me dah saudade das conversas em meio a noites sem rumo ;p

    ResponderExcluir
  2. Creio que você acerta em tudo por tudo, menos no que diz respeito à cultura. Cultura não é algo constante, pelo contrário, constitui material subjetivo que constrói o indivíduo. Logo, o conceito de cultura é algo individual, apesar de que muitas vezes fornecido pelo próprio indivíduo de maneira imprecisa. É por isso, afinal, que não crítico os iludidos imprestáveis da minha sala, que você conhece bem , não é ? Saudades !!! (E sim, pra mim você está em Marte)

    Rômulo Monte;

    ResponderExcluir

Seguidores