sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Se eu me concentrar no que eu penso agora, ouvirei o som de uma cachoeira e verei o vazio.

Nenhum pensamento, nenhuma reflexão, vazio perfeito.

Sinto-me inabalável e feliz, feliz como se eu já tivesse deixado de existir.

Do meu querido Annica. Obrigada por tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores